Leão nega conhecer entidade do PP que recebeu R$28,6 mi do governo


Vice-governador do Estado da Bahia e presidente estadual do PP, João Leão negou que conheça o Instituto Cátedra – apontado nesta terça-feira (25) pela Folha de S. Paulo como beneficiário em contratos com a administração estadual que somam R$ 28,6 milhões. “Não conheço nem esse instituto. Conhecimento zero, te digo com toda a honestidade”, afirmou, ao bahia.ba. Ainda de acordo com Leão, ele nunca intermediou nenhum contrato do instituto com o governo. “Eu não sei nem quem é o administrador disso”, reforçou.

Segundo a publicação, o Instituto Cátedra, que assinou nove contratos e um convênio com o Estado, é comandado por Marivaldo Xavier de Castro, líder comunitário na periferia de Salvador e candidato a vereador e deputado pelo PP em diversas eleições. Seis dos nove contratos foram firmados com a Bahia Pesca, empresa criada pelo governo baiano e controlada por aliados do ex-ministro das Cidades Mário Negromonte (PP), hoje conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). Entre 2013 e 2014, quando foram firmados acordos que chegavam a R$ 18 milhões, a Bahia Pesca era comandada por Cássio Ramos Peixoto, atualmente secretário de Infraestrutura Hídrica do governo Rui Costa (PT).

Os pactos assinados entre a Bahia Pesca e o Instituto Cátedra na gestão Peixoto foram questionados pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). Para o órgão, a entidade “não comprovou dispor de infraestrutura e capacidade operacional, de conhecimento técnico e científico e de experiência mínima para prestar serviços de assistência técnica rural”.

StartFragment

StartFragment

EndFragment

EndFragment


Posts Em Destaque
Posts Recentes